Plante Provisão

“Mas o meu Deus suprira todas as suas necessidades.” Filipenses 4:19

“Melhor é dar do que receber”- Atos 20:35


Eu e meus irmãos tínhamos uma maneira de pedir dinheiro ao nosso pai, às vezes pra comprar um brinquedo barato, ou uma bala, e era só chegar no escritório onde ele trabalhava, íamos direto na mesa dele ou onde ele estava, que na sua maioria das vezes estava em pé atendendo um cliente no balcão. Um escritório de contabilidade que até hoje existe e é gerenciado pelo meu irmão Hoover Gilson Cesar, o César Contabilidade, na cidade de Iúna, ES - Brasil.


Então, eu chegava e pedia:

- Pai, me dá um “dinheiro” !


Para quem não viveu essa época nem tem conhecimento das moedas que o Brasil já teve, vou postar aqui uma informação muito importante, que acho que acabou por mexer com minhas estruturas relacionadas à Educação Financeira.


No Brasil, tivemos várias correntes monetárias:


R - Réis - (Período Colonial até 7 de outubro de 1833 (303 anos)														Rs - Mil Réis - (8/Out/1833 - 31/Out/1942 (109 anos)		Cr$ - Cruzeiro - 1/Nov/1942 - 30/Nov/1964 (22 anos)		Cr$ - Cruzeiro (1/Dez/1964 - 12/Fev/1967) - (2 anos) (Retirada dos centavos).									NCr$ - Cruzeiro Novo (13/Fev/1967 - 14/Maio/1970) (3 anos)	Cr$ - Cruzeiro - 14/Maio/1970 - 14/Agosto/1984 (14 anos)	Cr$ - Cruzeiro - 15/Agosto/1984 - 27/Fev/1986 (1 ano) (Retirada dos centavos)									Cz$ - Cruzado - 28/Fev/1986 - 15/Jan/1989 (2 anos) (Volta dos centavos)     											NCz$ - Cruzado Novo - 16/Jan/1989 - 15/03/1990 (1 ano)	Cr$ - Cruzeiro - 16/Mar/1990 - 31/Julho/1993 (3 anos)      
CR$ - Cruzeiro Real - 1/Ago/1993 - 30/Junho/1994 (0 ano) R$ - Real - 1/Julho/1994 até hoje.

Para uma visão mais detalhada, acesse o site da referência, clicando aqui.


De acordo com o tempo eu pedia o dinheiro da época.


Então pedia “ me dá um Cruzeiro” e às vezes, se ele estivesse com cliente, dizia:


- “Agora não!”


E partíamos para casa, porque sabíamos que a “barra estava pesada” rsrsrs.


Ou somente enfiava a mão no bolso e tirava ou uma moeda ou nota com aquele valor (sempre $1) e eu pegava e saia feliz da vida e ia às “vendas” comprar algo que me interessasse!


Que eu me lembre, eu nunca tive problema em dar. Eu gostava de compartilhar as coisas que tinha nas brincadeiras com os amigos, na escola no período de recreio...


Quando ouvi nas pregações de que Deus ama a quem dá com alegria,(2 Co. 9:7) e eu pensava... ué, eu nem trabalho (rsrsrsrs) como vou dar algo que não tenho?


Então me lembro que eu juntei um valor em moedas que recebia e num dia na igreja, numa campanha para ajuda aos missionários, fui à frente e depositei aquele montante com a maior alegria, e disse na minha simplicidade no meu coração a Deus que ele recebesse com alegria o que havia feito com prazer.


Nunca me senti tão feliz! Esse momento para mim foi tão precioso que até hoje quando lembro, sei que não foi milhões, mas foi uma experiência ímpar!


Eu me alegro pela educação que tive: pude frequentar uma igreja e estando em família nossos pais nos ensinava a ter nosso culto doméstico, no período das refeições, e é claro, somos humanos e somos falhos, mas isso fez toda diferença em minha vida! E creio que na vida de meus irmãos também!


A partir daí, pude andar por lugares mais longe, pude aprender a receber também!


Tinha muitas dificuldades em receber ajuda das pessoas (na minha vida adulta).


Achava que seria uma humilhação muito grande receber ajuda.


Até que um dia, na igreja que frequentava em Martha’s Vineyard, uma ilha no estado de Massachusetts, nos EUA, estávamos recém chegados lá e precisávamos alugar uma casa para morar e nosso tempo era curto, e também não tinhamos muito, pois precisávamos guardar para pagar o primeiro e o último valor do aluguel quando achássemos a casa.


Foi aí então que uma irmã queria me ajudar e eu disse que não precisava, então Deus a usou para me ensinar:


“- Se você não aceita, ela não recebe a benção de dar. Voce recebe a bênção e ela também. Ela precisa compartilhar e você precisa aprender a receber. Eu estou trabalhando na vida dela e na sua também!”


Você pode encontrar esse respaldo no livro de Atos:


“Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é mister socorrer os necessitados e recordar as palavras do próprio Senhor Jesus: Mais bem-aventurado é dar que receber.Atos‬ ‭20:35‬ ‭ARA‬‬

‭‭A partir daí, tenho vivido muito essa bênção! Como Deus é fiel!


Quando doamos, entregamos a Deus o que é dele, segundo sua ordem:


 “Trazei todos os dízimos à casa do Tesouro, para que haja mantimento na minha casa; e provai-me nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu e não derramar sobre vós bênção sem medida.” ‭‭ Malaquias‬ ‭3:10‬ ‭ARA‬‬

E recebemos também, pois essa mesma palavra diz que é para provar Ele nisso. Se você tem duvida, faça isso! Prove Deus nessa questão. Ele te dá liberdade para provar e Ele te mostrará como ele vai derramar bençãos sem medida!


Quando nos dispomos a dar, nossa benção é preparada para todos os dias e estamos sendo supridos com provisão. Estamos plantando a provisão para o dia mau!


Atualmente, estamos atravessando essa situação grotesca, (que há tempos venho abordando essa situação, mas não quero adentrar por esse assunto agora) e é nesses momentos que podemos sentir a provisão de Deus sendo derramada sobre nós.


Sei que tenho muito que aprender ainda, mas Deus está trabalhando em mim. E estou aqui alertando você que ainda não se posicionou:

— Já passou da hora de voce tomar uma posição!


Ainda estamos em tempo de escolher e o Espírito Santo ainda está conosco aqui, mas chegará um tempo em que não o teremos mais, e que Deus virá para buscar a sua igreja. E isso não significa igreja/monumentos, mas igreja/pessoas.


Muitos já foram recolhidos, e os tempos destes já foram. Uns para a vida eterna e outros para a perdição.


"Quanto a você, siga o seu caminho até o fim. Você descansará, e então, no final dos dias, você se levantará para receber a herança que lhe cabe". Daniel 12:13


Deus está nos dando tempo, porem haverá um período em que o tempo se acabará.


Você está preparado? Onde voce vai passar sua eternidade?


Eu perdi uma filha, Gabriela, com seus 5 aninhos e tenho certeza de que quando chegar o meu tempo em que serei recolhida, estarei ali junto a ela usufruindo da graça de Deus e Sua presença.


E você?


Bom dia!


Marilza Loubach




23 visualizações
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Marilza Loubach

SITIO INDAYASSU

ALTO JEQUITIBA - MG - 36976-000 - BRAZIL

CNPJ: 34156819000164

Para perguntas entre em contato com a autora

 marilzaloubach@gmail.com

Guarapari ES - Brasil

Inscreva-se para receber notícias e atualizações
de Marilza Loubach

© 2023 by Daniel Lunsford. Proudly created with Wix.com

0
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now